JÁ OUVIU FALAR EM PICTORIALISMO?

May 29, 2017

Ma. Viviane Rodrigues

 

 

 

Eu gosto de baixa velocidade durante o dia :).  Posso misturar duas técnicas que adoro: longa exposição e pictorialismo.

Em  1860 a fotografia já ocupava um papel importante na sociedade, porém, não era considerada uma possibilidade de expressão artística. Estava, na época, fadada  a ser limitada a representar o "real".

 

O  pictorialismo, porém,  tentava -  através da granulação, dos tons, da composição, de aspectos técnicos variados e também da  modificação ou supressão de elementos através de manipulação da imagem - assemelhar as fotografias a produção das artes plásticas, ou seja, a pinturas ou aquarelas, como na imagem abaixo, de Joseph Petrocelli, do final do século XIX.

 

Este movimento estético, digamos,  foi expresso mais detalhadamente no livro "Pictorial effect in photography : being hints on composition and chiaroscuro for photographers, to which is added a chapter on combination printing", de Henry Peach Robinson em 1869. Lá você vai encontrar um conjunto de ideias sobre filosofia da arte, além de questões de ordem técnica como profundidade de campo, o uso das tonalidades, a importância do detalhe, e em especial, do uso da composição na fotografia pictorialista.

 

 

 A fotografia acima, Fading Away, de 1858, de Robinson, causou muita polêmica na época, já que muitos jornalistas e críticos de arte, acharam que a imagem de uma jovem morrendo, era muito dolorosa e forte para ser exibida como fotografia.

 

É neste momento que  @ profissional da fotografia passava a ser visto não somente como uma/um  reprodutora/reprodutor da "realidade", mas como uma/um criadora/criador de uma representação própria e íntima, criativa do viver.

 

Eu uso no pictorialismo basicamente técnicas de captação de luz, contraste e altas ISOS para granular a imagem.

 

 

Uso também tripé e filtro ND, aliado aO zooming e outros movimentos da objetiva ou da câmera, somados a  técnica e paciência.

 

 

De forma generalizada minhas fotos não possuem qualquer edição posterior, embora, como já disse, seja permitido.

 

Para mim, o pictorialismo oferece uma fluidez do traço, a poesia da ação, a criatividade na retórica imagética com as quais me identifiquei desde sempre.

 

Se você se interessou, aqui, uma lista de pictorialistas:

 

Georbe Seeley;

Eva-Watson Shutze;

Alfred Stieglitz;

Alice Boughton;

Annie Brigman;

Clarence White;

Mary Devens;

Robert Demachy;

Edward Steichen;

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square